Ervas para queda de cabelo. Plantas medicinais X calvície.

O Poder dos Tratamentos ? Base de Ervas na cura da calvície e queda de cabelo.

Estudos científicos e a experiência clínica mostram que determinadas ervas, vegetais e nutrientes podem inibir a DHT,oagente derivado da testosterona que diminui e mata os folículos capilares nas pessoas que possuem o gene da calvície masculina.De fato, algumas ervas inibem o efeito da DHT de forma tão eficiente e em muitos homens ainda mais, quanto drogas sintéticas farmacêuticas.Pelo menos 20 mil artigos científicos publicados em jornais atestam para a eficácia de intervenções ? base de ervas, plantas e nutrientes na prevenção e no tratamento de todos os tipos de doenças humanas.

“Mais de 25% dos produtos farmacêuticos comercializados são derivados de plantas, e 60% têm ingredientes adicionais derivados de plantas”, relata a jornalista e autora Nina L. Diamond em seu livro Purify Your Body: Natural Remedies for Detoxing from 50 Everyday Situations (Purifique seu corpo: remédios naturais para se desintoxicar de 50 situações cotidianas). “Já conhecemos as propriedades químicas de muitas outras ervas e plantas que curam ou afetam positivamente o corpo e a mente. Elas são usadas em tratamentos naturais mas ainda não estão sendo sintetizadas para a venda em farmácias.”

erva calvicie Ervas para queda de cabelo. Plantas medicinais X calvície.

Ervas para o tratamento da calvície.

As plantas e ervas realmente funcionam no tratamento de doenças?

Se as plantas e as ervas funcionam tão bem, por que as companhias farmacêuticas se preocupam em criar versões sintéticas delas, adicionando outros elementos químicos no processo, e as transformam em drogas receitadas ou para serem vendidas por baixo do balcão?

A resposta é muito simples: você não pode se declarar proprietário de uma planta, vegetal ou nutriente, e patenteá-lo.

Por motivos econômicos, companhias farmacêuticas sintetizam muitas dessas substâncias naturais e criam um composto novo em folha feito pelas mãos do homem, para o qual elas podem então reivindicar propriedade exclusiva. A companhia farmacêutica obtém uma patente pelo seu novo composto e ganha o direito de ser a única que pode vender a droga por um determinado número de anos, até que a patente expire. Depois disso, outras empresas também podem fabricar e distribuir a droga.

Diante da crescente competição das ervas, das plantas e dos nutrientes em suas formas naturais, enquanto suas propriedades medicinais e curativas vêm sendo cientificamente documentadas e mais pessoas as estão incorporando aos seus cuidados com a saúde, muitas companhias farmacêuticas possuem agora divisões que vendem produtos naturais e ? base de ervas.

Nenhum desses pode pertencer exclusivamente a qualquer companhia, é claro, por isso inúmeras marcas estão disponíveis, não apenas de divisões de companhias farmacêuticas mas de empresas que não fabricam nem distribuem drogas, apenas produtos naturais e ? base de plantas e ervas como vitaminas, minerais e suplementos nutricionais.

Voltar ao início do Alopecia

Leia Também: